Como fazer uma boa conclusão na redação?

A redação possui um enquadramento muito sintético do que deve ser feito, seguindo sempre a seguinte ordem:

Introdução + Desenvolvimento + Conclusão

Em um texto dissertativo a conclusão é a última parte, no entanto não podemos achar que por ser a última parte do texto é a menos importante.

Percebendo isso, devemos saber que existe algumas partes a se seguir para conseguir fazer uma boa conclusão e coisas a se evitar, assim vamos ensinar como fazer uma boa conclusão no seu texto dissertativo ou ainda a famosa redação.

A primeira coisa a saber e que na conclusão não colocamos fundamentos e nem argumentos, aqui deve apenas rebordar tudo que já foi falado e citado no desenvolvimento do texto.

Na introdução devemos colocar o que vai ser falado no desenvolvimento, já na conclusão devemos colocar aquilo que foi falado e não colocaremos novos conteúdos.

Com isso em mente um erro corriqueiro pelos estudantes ao fazer a conclusão no texto dissertativo é iniciar com as palavras:

  • Uma ressalva que não foi vista;

  • Como uma última ideia;

  • Por último devemos ver essa ideia;

  • Devemos ainda abordar; e

  • Não podemos esquecer de falar sobre;

Todos esses exemplos podem ser usados, porém no desenvolvimento e não na conclusão, pois quando estamos falando em conclusão a única coisa que devemos ter em mente é finalizar todo o conteúdo citado anteriormente sem colocar novas pautas.

Assim, uma ideia do que fazer neste momento da redação é sempre voltar ao que foi dito na introdução, lembrando que as duas sempre estarão ligadas, quando retornamos ao conteúdo inicial, devemos reforçar o que lá foi dito. Por isso, é normal que após a afirmação ou ainda reforço ao dito inicialmente faça-se uma pergunta para ser respondida de acordo com o texto, nunca colocando novos pontos.

Um modo muito normal de iniciar ou ainda de ser colocado no meio do parágrafo conclusivo são as conjunções conclusivas, que em sua maioria são:

  • Com isso;

  • Assim;

  • Por isso;

  • Dessa forma;

  • Então;

  • Por conseguinte;

  • Logo;

  • Portanto;

  • De modo que;

  • Em vista disso; e

  • Pois (devemos sempre lembrar que essa conjunção conclusiva deve vir depois do verbo).

E por fim deve-se sugerir ao algo a ser realizado ao tema abordado, fazendo com que na conclusão tenha colocado o ponto inicial de todo o tema, um questionamento e um posicionamento para solucionar o problema. Veja no exemplo abaixo uma conclusão certa e uma errada (lembrando que estamos pautando apenas na conclusão e não nas outras partes:

Tema: “A violência no estádio de futebol”

Exemplo 1: “Os jogos de futebol em estádios é um passatempo muito comum, porém que vem diminuindo gradativamente pela violência gerada no mesmo”

As brigas são desnecessárias, vendo que são geradas por desentendimentos durante o jogo que tem como resultado o aumento de mortes, com isso as visitas de crianças diminuem pelo medo dos pais, havendo também uma diminuição no índice de visita aos estádios como um todo”

Dessa forma é normal que um passatempo muito comum esteja se findando, mas o que pode ser feito? Inicialmente a primeira coisa a ser feita é não deixar de fazer aquilo que se gosta por medo, depois deve-se lembrar que quem faz o público são os torcedores e isso enquadra a todos que frequentam o estádio, e por último ser educado e ter paciência não é pedir demais a nenhuma pessoa que deseja possuir uma relação entre humanos”.

Exemplo 2 (Usando a mesma introdução e pequeno desenvolvimento acima): “Não podemos esquecer que o futebol é um esporte popular e juntando a sua popularidade no Brasil é normal que ocorra essas brigas, não havendo índice de questionamento sobre o tema, devemos ignorar o que é falado em qualquer mídia e apenas deixar como certo aquilo que vemos nos estádios”.

Nos dois exemplos acima fica claro o que deve e o que não deve ser feito, enquanto no exemplo 1, o tema foi reforçado, aplicando as dicas acima, no exemplo 2, foi introduzido um fundamento novo e contrário ao todo enredo do que estava escrito anteriormente.

Por isso, deve-se sempre compreender tudo que foi usado no texto para que gafes não sejam cometidas e dessa forma não perca pontos na etapa final de sua dissertação.

Agora que sabe como estruturar seu texto dissertativo, boa sorte.

comments

Gostou de Nossos Artigos? Então está esperando o quê !!! Inscreva-se Agora Mesmo e Receba no seu E-mail.

Guibson Oliveira Krause

Guibson Oliveira Krause

Olá amigos(as) estudantes, meu nome e Guibson Krause nascido em 18/01/1998, decidi criar este blog para ajudar pessoas que assim como eu estão interessados a fazer o Enem, e como todos nós sabemos que encontrar um bom material de estudo não e nada fácil, então eu tomei a iniciativa de criar este blog para dividir conhecimentos com vocês, meus artigos são escritos por redatores altamente qualificados para ajudar cada vez mais a você ingressar em uma boa faculdade. Bom estudo pra nós!!!! Divulguem esse blog nas redes sociais e faça a diferença no meio social. http://conteudoenematualizado.com.br

Website: http://conteudoenematualizado.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.